Home   Adão Villaverde Projetos e Leis Agenda de Atividades   Notícias Reflexão Política Outros Artigos Publicações Galeria de Fotos Galeria de Áudio Galeria de Vídeo   Links Indicados Boletim Eletrônico Contato
Boa Noite! Sábado, 20 de Abril de 2019 - 19:26:35  
Outros Artigos

Voltar
Artigo
Espaço público dos grandes debates*
02/02/2011 12:00

Independente e soberano, mas de obrigatória convivência harmônica com os outros poderes, o Legislativo gaúcho precisa recuperar e atualizar um papel e uma função que já teve outrora, de estar à frente dos grandes debates e de apontar as grandes alternativas para o Rio Grande. É assim que a representação que nos é delegada adquire grandeza frente à sociedade e reconquista a relevância que cada momento histórico exige.

Vamos presidir a Casa no momento em que o programa eleito para governar o Rio Grande assumiu um claro compromisso de que irá sintonizá-lo com o Brasil. Nosso ânimo, na condução da Assembleia em 2011, quando o PT assume a presidência, é o de promover a discussão dos destinos e das soluções para o RS, sem prescindir de praticar o diálogo e respeitar o contraditório, que nos fiscaliza e nos ajuda a corrigir rumos.

A proposta de uma gestão continuada na 53 legislatura, quando quatro diferentes partidos assumirão a presidência da Casa, é nossa tentativa de inovar, sintonizando com esta nova política que se implanta no Brasil, sob a convicção de que as prioridades da população se sobrepõem às disputas de hegemonias partidárias.

O PT tem o predomínio eleitoral representativo com a maior bancada de 14 deputados, mas isto não nos impede de propor uma Mesa inteiramente pluripartidária, nem de sugerir a gestão compartilhada que se estenda até 2014 sem privilegiar a bandeira de uma só administração, admitindo apenas a alternância dos presidentes com perfis diferentes e estilos pessoais.

Precisamos romper a praxe de o novo presidente mudar inteiramente o rumo administrativo, descartar avanços da direção passada, passar a borracha nas marcas anteriores e instituir uma nova gestão, sem considerar ensinamentos do passado. O que leva, sempre, à perda de tempo, à quebra da continuidade, ao desacúmulo de processos, ao desperdício de projetos e à rejeição de iniciativas bem-sucedidas pela simples evocação da primazia partidária ou gerencial. A criação de um comitê permanente da gestão, composto por representantes das quatro presidências, deverá reforçar a garantia desta conduta. Levando o parlamento a um patamar compatível com sua responsabilidade de ajudar o RS a recuperar seu lugar protagônico no cenário nacional, com esta conquista repercutindo, acima de tudo, na melhoria de vida da população, que é, de fato, o que mais importa à representação pública que exercemos.

*Publicado no jornal Correio do Povo em 2 de fevereiro de 2011.

Autor: Adão Villaverde
Veja outros artigos com o tema Artigo.
 
 
Gabinete do Deputado Estadual Adão Villaverde
Praça Marechal Deodoro nº 101 - Gab. 308 - Centro - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300
Fone: (51) 3210.1913 - Fax: (51) 3210.1910
E-mail: villaverde@al.rs.gov.br / twitter.com/adaovillaverde