Home   Adão Villaverde Projetos e Leis Agenda de Atividades   Notícias Reflexão Política Outros Artigos Publicações Galeria de Fotos Galeria de Áudio Galeria de Vídeo   Links Indicados Boletim Eletrônico Contato
Boa Tarde! Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018 - 17:21:30  
Reflexão Política

Voltar
Artigo
Divergências não são problemas
02/10/2018 09:51

A reta final de campanha no país, bem como outros momentos políticos da história de nossa frágil democracia, sempre se prestaram a caracterizações de conjuntura que ora escorregam para ausência de precisão, ora falseiam o debate ou mesmo o instrumentalizam.

As aferições da eleição presidencial indicam forte polarização de duas candidaturas. Mas é enorme simplificação dizer que estamos diante de um confronto extremado. A não ser que isto sirva a determinadas estratégias, cujo passo seguinte é consolidar a narrativa que a disputa descambou para a irracionalidade e o objetivo final é definir a contenda como desprovida de conteúdo e bom senso e que, portanto, é hora de chamar o diálogo e aqueles que detêm racionalidade.

Não costumo utilizar-me do método de embate político que atribui ao interlocutor uma posição que ele não tem para que fique se explicando; prefiro desenvolver aqui a tese de que a candidatura à qual me alinho tem fundamentos e conteúdo.
Perdemos três eleições nas décadas de 80 e 90 aceitando a decisão do povo e quando ascendemos ao Planalto governamos rigorosamente dentro das regras do Estado Democrático de Direito Constitucional, sempre com racionalidade e diálogo.

Portanto, não foi de nosso campo que partiram as orientações para não aceitar o resultado eleitoral de 2014 e retirar do cargo, por fora da via das urnas, uma presidenta sem crime de responsabilidade. Montaram um governo de uma “confederação de investigados e condenados”, desmoralizaram as instituições e ainda ensejaram que partidos historicamente liberais hoje não alcancem sequer dois dígitos nas pesquisas.

Sem falar que o “ovo da serpente” gestou alguém que, além de ter enorme desapreço pela questão democrática, é repudiado por parcelas significativas do eleitorado feminino, com o apoio masculino, com o “ele não”.

Por favor, não simplifiquem e vamos para o terreno das ideias. Diferenças ou divergências nunca foram problemas para nós. Tornam-se problema, sim, quando não se sabe tratá-las no campo da democracia.

Autor: Adão Villaverde
Veja outros artigos com o tema Artigo.
 
 
Gabinete do Deputado Estadual Adão Villaverde
Praça Marechal Deodoro nº 101 - Gab. 308 - Centro - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300
Fone: (51) 3210.1913 - Fax: (51) 3210.1910
E-mail: villaverde@al.rs.gov.br / twitter.com/adaovillaverde