Home   Adão Villaverde Projetos e Leis Agenda de Atividades   Notícias Reflexão Política Outros Artigos Publicações Galeria de Fotos Galeria de Áudio Galeria de Vídeo   Links Indicados Boletim Eletrônico Contato
Bom Dia! Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017 - 10:58:18  
Notícias

Voltar
(DES)GOVERNO SARTORI
Villaverde: governo Sartori arrecadará R$ 5, 2 bilhões só em 2016
01/07/2016 09:08

O deputado Adão Villaverde (PT) contabiliza que, com só o aumento linear de ICMS imposto a toda a sociedade gaúcha, o governo Sartori vai arrecadar, neste ano, R$ 2,1 bilhões para o estado (já descontada a parte dos municípios).

Com a venda da folha de pessoal ao Banrisul agregará aos cofres públicos mais R$ 1,2 bilhão.

Além disso, com a postergação da dívida com a União, empurrando o débito com a barriga, deve embolsar mais R$ 1,9 bilhão, que deixa de pagar em 2016. Com isto, soma um valor de R$ 5,2 bilhões.

“É um montante expressivo que não justifica continuar arrochando os servidores públicos e deixar de repassar recursos para saúde e educação”.

Para Villaverde, se continuasse fortalecendo a economia estadual, como fez a gestão anterior, o governo atual poderia ter arrecadado ainda mais. Mas abandonou até a política industrial com um programa premiado internacionalmente, que seria fundamental para o enfrentamento da crise. Por isso, o desempenho econômico do RS é pífio, sobretudo coma queda significativamente maior no nosso estado (-11,1%) na comparação com a indústria nacional (-6,2%).

Esse cenário, especialmente deprimente para a indústria, ocorre com o total descaso do governo estadual que acabou com o Sistema de Desenvolvimento do RS, construído na gestão anterior. O maior exemplo disso foi a total desarticulação da Agência Gaúcha de Desenvolvimento – AGDI.




LDO

O deputado lamenta, com maior ênfase, porém, a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO), nesta terça-feira (28), na Assembleia Legislativa, chancelada por 25 a 20 votos.

Para ele, a LDO só reforça a austeridade fiscal da peça orçamentaria que o parlamento vai apreciar em setembro; simplesmente repete a estagnação da metade da gestão e assume a falta de projetos para a retomada do crescimento para o RS”, salienta. “Aprovaram uma Lei de Diretrizes que aprofunda a política de desmonte das funções públicas de Estado, ataca os servidores públicos e trará fortes prejuízos para a população gaúcha”.

Segundo Villaverde, a gestão do Piratini “vai para o terceiro ano de governo sem um projeto de retomada do desenvolvimento, do crescimento e da geração de emprego e renda no RS, que é o principal caminho para retomar as condições financeiras e econômicas do estado”.

Autor: André Pereira
 
 
Gabinete do Deputado Estadual Adão Villaverde
Praça Marechal Deodoro nº 101 - Gab. 308 - Centro - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300
Fone: (51) 3210.1913 - Fax: (51) 3210.1910
E-mail: villaverde@al.rs.gov.br / twitter.com/adaovillaverde