Home   Adão Villaverde Projetos e Leis Agenda de Atividades   Notícias Reflexão Política Outros Artigos Publicações Galeria de Fotos Galeria de Áudio Galeria de Vídeo   Links Indicados Boletim Eletrônico Contato
Bom Dia! Domingo, 22 de Julho de 2018 - 09:17:03  
Notícias

Voltar
(DES)GOVERNO SARTORI
Villaverde: governo Sartori arrecadará R$ 5, 2 bilhões só em 2016
01/07/2016 09:08

O deputado Adão Villaverde (PT) contabiliza que, com só o aumento linear de ICMS imposto a toda a sociedade gaúcha, o governo Sartori vai arrecadar, neste ano, R$ 2,1 bilhões para o estado (já descontada a parte dos municípios).

Com a venda da folha de pessoal ao Banrisul agregará aos cofres públicos mais R$ 1,2 bilhão.

Além disso, com a postergação da dívida com a União, empurrando o débito com a barriga, deve embolsar mais R$ 1,9 bilhão, que deixa de pagar em 2016. Com isto, soma um valor de R$ 5,2 bilhões.

“É um montante expressivo que não justifica continuar arrochando os servidores públicos e deixar de repassar recursos para saúde e educação”.

Para Villaverde, se continuasse fortalecendo a economia estadual, como fez a gestão anterior, o governo atual poderia ter arrecadado ainda mais. Mas abandonou até a política industrial com um programa premiado internacionalmente, que seria fundamental para o enfrentamento da crise. Por isso, o desempenho econômico do RS é pífio, sobretudo coma queda significativamente maior no nosso estado (-11,1%) na comparação com a indústria nacional (-6,2%).

Esse cenário, especialmente deprimente para a indústria, ocorre com o total descaso do governo estadual que acabou com o Sistema de Desenvolvimento do RS, construído na gestão anterior. O maior exemplo disso foi a total desarticulação da Agência Gaúcha de Desenvolvimento – AGDI.




LDO

O deputado lamenta, com maior ênfase, porém, a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO), nesta terça-feira (28), na Assembleia Legislativa, chancelada por 25 a 20 votos.

Para ele, a LDO só reforça a austeridade fiscal da peça orçamentaria que o parlamento vai apreciar em setembro; simplesmente repete a estagnação da metade da gestão e assume a falta de projetos para a retomada do crescimento para o RS”, salienta. “Aprovaram uma Lei de Diretrizes que aprofunda a política de desmonte das funções públicas de Estado, ataca os servidores públicos e trará fortes prejuízos para a população gaúcha”.

Segundo Villaverde, a gestão do Piratini “vai para o terceiro ano de governo sem um projeto de retomada do desenvolvimento, do crescimento e da geração de emprego e renda no RS, que é o principal caminho para retomar as condições financeiras e econômicas do estado”.

Autor: André Pereira
 
 
Gabinete do Deputado Estadual Adão Villaverde
Praça Marechal Deodoro nº 101 - Gab. 308 - Centro - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300
Fone: (51) 3210.1913 - Fax: (51) 3210.1910
E-mail: villaverde@al.rs.gov.br / twitter.com/adaovillaverde